Como fazer uma gestão de banca eficiente

No mundo das apostas, ganhar ou perder faz parte do jogo. Por isso que conhecer as melhores formas de fazer uma gestão de banca eficiente separa os profissionais dos amadores.

Ao gerir sua banca, o apostador se torna capaz de prever lucros no longo prazo em caso de ter a maioria de seus palpites vencedores.

Assim, mesmo perdendo em algumas situações, é possível recuperar o prejuízo e prever algum lucro num determinado período.

se você quer saber como fazer uma gestão de banca eficiente, leia esse artigo e aumente suas chances nas apostas esportivas.

O que é uma gestão de banca?

A gestão de banca nada mais é do que uma administração do dinheiro conforme a possibilidade de sucesso numa determinada situação. Assim, é realizado uma divisão dos recursos para aumentar as chances de lucro no longo prazo.

Porém, antes é importante entender que a banca é o total de dinheiro disponível para as apostas. Dessa forma, caso você tenha R$ 500 disponível numa determinada casa, esse valor também será o total de sua banca ou bankrool.

Nunca conte com dinheiro do bolso. Encare as apostas como um torneio e sua única chance de vitória passa pelos recursos da banca.

Agora, para exemplificar, imagine um jogo entre Palmeiras e Grêmio na Arena Palmeiras em que o Grêmio utilizará uma terceira equipe e o Palmeiras entrará com todos os titulares. O palpite mais sensato, dentro de um nível de confiança, é que o Palmeiras vença a partida.

Porém, não existe certeza no futebol e caso opte por arriscar os 500 reais na vitória do Palmeiras, corre o risco de acabar com os recursos com um simples empate.

Porque fazer uma gestão de banca?

Basicamente, a ideia da gestão de banca é diminuir o impacto das perdas e preparar o terreno para futuros ganhos. Se tornar um apostador profissional com ganhos sustentáveis passa pelo equilíbrio na gestão de banca.

Da mesma forma que é possível engatar uma série de palpites ganhadores, o apostador pode passar por uma má fase ou pela “bad runs” (fase negativa). Por isso, o objetivo da gestão de banca é evitar a perda total nesse período sem a chance de recuperação.

Gerir a banca é pensar em sobrevivência em momentos difíceis e lucro na época de bonanças.

Em resumo, a gestão de banca serve para:

· Evitar a quebra da banca em poucos jogos ou até mesmo num único jogo
· Aumentar as chances de lucratividade no longo prazo
· Ajudar no controle estatístico durante um período ou campeonato
· Melhorar o controle psicológico e assim aumentar a qualidade das apostas

Método de unidades na gestão de banca
O método mais indicado por apostadores experientes é a divisão da banca em unidades. Na prática, o método de unidades consiste em dividir a banca por 50. Assim, cada resultado dessa divisão equivale a uma unidade. o valor encontrado é chamado de Stake.

O que significa Stake?

Um Stake é o valor encontrado ao dividir a banca por 50. Dessa forma, R$500 dividido por 50 é igual a R$10. Valor da unidade = R$ 10,00.

A Quantidade de Stake a se investir depende no nível de confiança que o apostador possui sobre o evento.
O que é nível de confiança?

Após a análise do jogo o apostador chegará a um nível de confiança para investir dinheiro.
Nessa análise se considera o fator casa, momento das equipes, competição, jogadores que entrarão em campo, histórico do confronto, entre outros… De acordo com o nível de confiança será a quantidade de Stakes investido.

Se o nível de confiança for mínimo não deverá investir mais do que uma unidade no palpite, mas, caso o nível de confiança esteja no máximo, poderá investir até dez unidades. Em valores reais, numa banca de R$500, os valores das apostas devem variar entre R$10 e R$100 reais.

Controle psicológico para aprimorar a gestão de banca

Se você é daqueles que não aceita perder prefira não se cadastrar em casas de apostas esportivas. O problema nem é reclamar da perda, mas a ânsia de recuperar o dinheiro poderá gerar dissabores ainda maiores. Esse é um caminho perigoso e pode não ter volta.

Caso tenha algum prejuízo, não aposte imediatamente em jogos desconhecidos ou sem análises coerentes. Procure caminhar um pouco, refrescar a cabeça e relaxar. Para isso, vá praticar um esporte, caminhar um pouco, meditar, mas nunca, em hipótese alguma, faça uma aposta sem pensar e fora dos padrões.

Dicas para iniciar e melhorar a gestão de banca
· Se a banca for pequena prefira fazer apostas fixas baseadas num percentual. Exemplo: Se sua banca for menor que R$200,00 não adianta pensar em unidades. Sendo assim, aposte 5% até que a banca aumente.
· Jamais tente recuperar perdas numa única aposta.
· Estude outros estilos de gestão de banca, mas fuja de métodos que não se sustentam, como Martinghale, All in, sequência de Fibonacci, entre outros.
· Monte uma planilha no Excel e faça relatórios diários ou periodicamente.
· Nunca faça palpites baseado apenas no favoritismo da equipe. No entanto, utilize de estatísticas e fatores externos, como desfalques e local da partida. Até o clima deve ser considerado.
· Por fim – Não se deixe levar pela emoção

VEJA TAMBÉM

Qual a diferença entre aposta esportiva e trading esportivo?

Principais casas de apostas que atuam no Brasil

O que considerar ao escolher uma casa de apostas

O caminho mais certo para a lucratividade é aprender como fazer uma gestão de banca eficiente. Sem isso é impossível lucrar, e além do mais, é certo que perderá dinheiro no longo prazo. Se quiser se tornar um apostador profissional é preciso começar a trilhar o caminho do sucesso, mas lembre-se, um passo de cada vez.

Marcações: